ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

L´ELISIR D´AMORE

Última modificação : Terça, 10 Maio 2016 14:55


 

DONIZETTI, GAETANO (1797-1848)

ITALIANO - ÓPERA ROMÂNTICA - C.550 OBRAS

 

O ELIXIR DO AMOR

 

Ópera cômica (opera buffa) em dois atos

Ano da composição: 1832

Primeira apresentação: 12 de maio de 1832, Teatro Canobbiana, Milão, Itália

Libreto: Felice Romani, com base no texto de Eugène Scribe para a ópera Le philtre, de Auber, por sua vez baseada na peça Il filtro, de Silvio Malaperta.

 

Essa é há muito uma das óperas mais populares de Donizetti, memorável sobretudo pelo fluxo quase ininterrupto de melodias encantadoras. Classificada como opera buffa, tem o obrigatório personagem bufo, o charlatão Dulcamara, que entretém com a típica ária de tagarelice, espremendo o maior número de palavras no menor tempo possível. Mas o enredo também tem espaço para o lirismo: Nemorino recorre à magia, um elixir do amor, na esperança de conquistar a rica e volúvel Adina. Numa narrativa ricamente colorida pela partitura, as anelantes árias de tenor de Nemorino e as provocantes árias de soprano coloratura de Adina abrem caminho para a felicidade do casal. A mesma história fora contada um ano antes, em Paris, na ópera Le philtre, de Auber, mas só a versão de Donizetti é lembrada hoje.

 

Em dezembro de 1920, Enrico Caruso cuspiu sangue quando cantava o papel de Nemorino em Nova York. Apesar da compreensão do público, levou a récita até o fim, mas viria a morrer nove meses depois.

 

 

Papeis principais:

Uma aldeia basca no século XIX

 

. Adina, soprano - Rica proprietária de terras

. Nemorino, tenor - Camponês apaixonado por ela

. Sargento Belcore, barítono - Um soldado de passagem

. Dr. Dulcamara, buffo - Médico charlatão

. Gianetta, soprano - Jovem aldeã.

 

 

Vídeo





 

 

Fonte:

Guia Ilustrado da Ópera Zahar