ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Música do século XVIII

Última modificação : Sexta, 21 Agosto 2015 16:49



Na música do século XVII, o Baixo Geral tinha grande importância. Se ele não era executado a rigor, as vozes médias ficavam negligenciadas ou suprimidas, o que prejudicava gravemente a sonoridade e o timbre da composição. A eliminação definitiva do baixo geral deve-se à chamada Escola de Mannheim (Richter, Stamitz, e outros), seguida por Johann Christian Bach, Dittersdorf, Haydn e Mozart, os criadores de um novo estilo instrumental. J.S.Bach aperfeiçoou a música eclesiástica e para órgão, ao passo que Haendel se dedicou, antes de mais nada, à ópera; suas obras marcam o auge do estilo italiano. Seu contemporâneo mais jovem, Gluck, visa a reformas importantes da ópera e dirige-se contra os excessos do Bel Canto, salientando a importância da expressão dramática.

 

Outro adversário da “grande ópera italiana” nasceu com a Ópera Buffa. Gluck tornou-se assim o reformador da ópera heróica, seguido de Mozart que pode ser considerado o fundador da Ópera Alemã (A Flauta Mágica). A importância de Mozart, discípulo de Haydn, salienta-se, outrossim, na criação da forma clássica da sinfonia, desenvolvida por Haydn e levada até a última perfeição por Beethoven.

 



Fonte:

Dicionário Enciclopédico da Música e Músicos – Robert Fux