ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

SUÍTE ESPANHOLA Nº1, OPUS 47

Última modificação : Segunda, 22 Junho 2015 16:54



ISAAC ALBÉNIZ (1860-1909)

ESPANHOL – ESCOLA NACIONALISTA ESPANHOLA – C.150 OBRAS 


Albéniz foi a figura-chave na revitalização musical espanhola do final do século XIX e início do XX. Após incansáveis tentativas como empresário, regente, pianista e compositor, tornou-se o primeiro músico espanhol a gozar de fama internacional. Sua música para piano expandiu o domínio da cor e expressividade pianísticas. 


Essa suíte de 8 peças características, é um prenúncio de Iberia, sem a complexidade exuberante da última. O aspecto comum é a evocação dos idiomas folclóricos. "Sevilla" inspira-se nas formas flamengas e "Asturias" é uma soleá (dança rápida) interrompida por uma canção com harmônicos árabes (Albéniz gostava de dizer que no fundo era mouro). Partindo de um universo romântico e ligado à música de salão, Albéniz compôs essa obra

inspirada em ritmos e temas populares, o arranque da escola nacionalista espanhola.

 

Composta em 1886 e agrupada em 1887 em homenagem à Rainha da Espanha:

Granada (Serenata)

Cataluña (Curranda)

Sevilla (Sevillanas)

Cadiz (Saeta)

Asturias (Leyenda)

Aragon (Fantasia)

Castilla (Seguidillas)

Cuba (Notturno).

 

 

Vídeo