ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

INVENÇÕES A TRÊS VOZES, BWV 787 A 801

Última modificação : Segunda, 19 Outubro 2015 16:05



JOHANN SEBASTIAN BACH  (1685-1750)

ALEMÃO – ERA BARROCA - 972 OBRAS 


INVENÇÕES A DUAS E TRÊS VOZES – THE TWO AND THREE PART INVENTIONS (BWV 772 - 801) 


A versão final desta obra data de 1723, consistindo de 30 peças para teclado é: 15 Invenções a duas vozes e 15 Sinfonias (Invenções a Três Vozes) – termo usado pelo próprio compositor -  a três vozes. Bach escreveu essas peças para servirem de material didático para seu filho Wilhelm Friedemann, então com 12 anos. Esses dois livros visavam ensinar o uso correto de vozes em obbligato e o verdadeiro estilo cantabile. Em resumo, elas são a base da teoria de ensino de Bach: da técnica à execução em várias vozes, da inspiração à forma, do fraseado e estilo à composições grandiosas. É típico de Bach a teoria de que entre o exercício e a arte, entre a técnica e a expressão, existe algo indefinido. Bach limitou-se a escrever cada uma das peças em duas páginas para que o aluno não tivesse que virá-las enquanto as estudava.As 15 Invenções a três vozes, ou Sinfonias seguem a mesma ordem acima descrita. Aqui Bach introduz a fuga – a mais conhecida é a de nº 9 em Fá menor, uma fuga tripla.  


Invenções a Três Vozes (BWV 787 A 801) 


         Invenção nº 16 em Dó Maior

         Invenção nº 17 em Dó menor

         Invenção nº 18 em Ré Maior

         Invenção nº 19 em Ré menor

         Invenção nº 20 em Mi bemol Maior

         Invenção nº 21 em Mi Maior

         Invenção nº 22 em Mi menor

         Invenção nº 23 em Fá Maior

         Invenção nº 24 em Fá menor

         Invenção nº 25 em Sol Maior

         Invenção nº 26 em Sol menor

         Invenção nº 27 em Lá Maior

         Invenção nº 28 em Lá menor

         Invenção nº 29 em Si bemol Maior 

         Invenção nº 30 em Si menor.


Leia também Invenções a Duas Vozes 



Vídeo