ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

POUR ELISE

Última modificação : Quarta, 12 Agosto 2015 16:42



LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770 – 1827)

ALEMÃO – ERA CLÁSSICA –398 OBRAS 


PARA ELISA (WoO 59)

A bagatela para piano ‘Für Elise’, conhecida também «Para Elisa», em lá menor (WoO 59), é, dentre as obras deste compositor, talvez a mais conhecida mundialmente, junto com a sua famosa Quinta Sinfonia em dó menor (1807-1808, Op. 67), e da sua Nona Sinfonia em ré menor (1823-1824, Op. 125).


História

A origem histórica desta bagatela para piano é muito pouco conhecida. Sabe-se, pelo rascunho encontrado, que Beethoven teria composto esta pequena obra, entre  1808 e 1810 em homenagem à uma senhora a quem propôs casamento, chamada  Therese Malfatti (1792-1851), sobrinha do Dr. Giovanni Malfatti (1775-1859), médico italiano que se instalou em Viena em 1795, e que foi um dos médicos do compositor, tratando-o inclusive durante a sua doença final em 1827. Para este médico, Beethoven compôs em junho de 1814, uma pequena cantata para piano e coro de sopranos, contraltos, tenores e baixos  “Un Lieto Brindisi”  (WoO 103). Também é chamada por «Cantata Campestre».


A partitura original ou autógrafa desta bagatela para piano foi presenteada, pelo compositor, a Therese em 24 de abril de 1810 e esteve durante algum tempo em seu poder. A data está na partitura autógrafa, mas não se sabe ao certo se teria sido Beethoven quem a colocou. Com o tempo, a partitura original extraviou-se. Por outro lado, também se sabe que, em 1822, Beethoven emendou o seu rascunho preliminar, guardado nos seus arquivos, para uma possível publicação e que, devido ao seu falecimento, não se chegou a realizar. Por erro do editor (de fato, a caligrafia caótica de Beethoven foi a causa principal de muitos erros nas primeiras edições das suas obras) ou para não se saber a quem esta peça foi dedicada,  a cópia da partitura autógrafa tinha o nome ou, então, o pseudônimo alemão de «Für Elise».


Ela foi publicada pela primeira vez em 1867. Por outro lado, também sabemos que Maria Therese Brunsvik (1775-1861), aristocrata de origem húngara, teve algumas aulas de piano com Beethoven, e foi-lhe dedicada uma peça para piano: a “Sonata para Piano nº 24 , em Fá Sustenido maior, Op. 78 (1809), vulgarmente conhecida como «Para Teresa». Haverá alguma relação entre estas duas peças pianísticas? Sabemos que essas duas peças foram publicadas em 1810.



Vídeo - piano solo


Vídeo - piano e orquestra