ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

VALSA OPUS 64, Nº2, EM DÓ SUSTENIDO MENOR

Última modificação : Quarta, 18 Dezembro 2013 18:24


FRÉDÉRIC F.CHOPIN (1810-1849)

POLONÊS – ERA ROMÂNTICA – 219 OBRAS 


VALSA OP.64 Nº 2, EM DÓ SUSTENIDO MENOR (1847) 


Exilado pela revolução, abandonado pela amante, morrendo de tuberculose, mas sempre vestido com apuro, a frágil imagem de Chopin encaixa-se em todos os estereótipos do artista romântico. Primeiro poeta do piano, sua obra foi imediatamente popular e sempre transcendeu os caprichos da moda. Herói nacional, sua música anunciou a libertação de sua Polônia natal e continua a acompanhar homens de Estado à sepultura. A música para piano sofisticadamente elaborada de Chopin é reputada por seu lirismo, pureza e encanto delicado. 


AS VALSAS 


A valsa é uma dança popular disputada por franceses e alemães, embora seja quase certo que ela se origine do Landler alemão. Chopin levou a valsa à categoria de obra de arte maior com quase vinte peças desse gênero. Sem perder jamais o ritmo de três tempos, ele conseguiu transformar a dança em drama, quase sempre bastante triste e melancólico, ou em dança capaz de desenvolver o virtuosismo ao piano.

 

As Valsas de Chopin são, em geral, pequenas peças no tradicional compasso ternário, porém diferente do caráter das valsas vienenses. Elas não foram feitas para serem dançadas e sim, executadas como peças de concerto.

 

Chopin compôs sua série de valsas durante todo o período de sua vida, mas apenas 8 foram publicadas pelo compositor, recebendo assim um número de Opus. Outras 5 foram publicadas uma década após a sua morte, recebendo uma numeração como Opus Póstumo (Opus posth). Mais tarde 7 seriam publicadas sem nenhuma numeração de Opus, porém dessas, uma é considerada duvidosa e uma outra não é considerada uma valsa. Há ainda 2 valsas de propriedades particulares (possivelmente extraviadas), 6 destruídas, 3 perdidas e 5 citadas em provas documentais, porém nenhuma delas foi publicada.


Vídeo