ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

AS QUATRO ESTAÇÕES - VERÃO

Última modificação : Quarta, 04 Março 2020 15:14




ANTONIO LUCIO VIVALDI (1678 – 1741)

ERA BARROCA - ITALIANO - c. 811 OBRAS


AS QUATRO ESTAÇÕES – CONCERTOS PARA VIOLINO, CORDAS E CRAVO, OP.8 

Os concertos “As Quatro Estações” foram publicados em Amsterdã em 1725 com mais oito concertos sob o nome Opus 8. Porém, as datas exatas da composição desses concertos não são conhecidas. Esse conjunto ficou popularmente conhecido por "Il Cimento dell'Armonia e dell'Invenzione" – “Experiência de Harmonia e Invenção” (“invenção”, neste contexto, refere-se ao desenvolvimento contrapontístico), um testamento do admirável teor de técnica intelectual e fantasia criativa de Vivaldi. As Quatro Estações é, acima de tudo, a celebração da rica impressão individual das mudanças de estações, inspirando a evocação do universo inteiro de emoções associadas a elas. Vivaldi esforçou-se para completar a experiência de seu público exibindo pinturas e sonetos para os músicos e para a plateia. A autoria destes sonetos demonstrativos não é confirmada, embora muitos acreditem que eles descrevem a música tão bem que Vivaldi é um perfeito candidato a lhes ter escrito.  


O Verão - soneto

Sob a dura estação, pelo Sol incendiada,
Lânguidos homem e rebanho, arde o Pino;
Liberta o cuco a voz firme e intensa,
Canta a corruíra e o pintassilgo.

O Zéfiro doce expira, mas uma disputa
É improvisada por Borea com seus vizinhos;
E lamenta o pastor, porque suspeita,
Teme feroz borrasca: é seu destino [enfrentá-la].

Toma dos membros lassos o repouso
O temor dos relâmpagos e os ferozes trovões;
E de repente inicia-se o tumulto furioso!

Ah! No mais o seu temor foi verdadeiro:
Troa e fulmina o céu, e grandioso [o vendaval]
Ora quebra as espigas, ora desperdiça os grãos [de trigo].
 


Verão - análise:
De novo o primeiro movimento relaciona-se com as duas primeiras estrofes; o segundo com a terceira e o terceiro com a quarta. As
coisas aqui começam serenas, mas não doces. O sol a pino "derruba" tanto o homem como a natureza. E após o anúncio do rouxinol, chega a tempestade. O pastor teme a tempestade. É quase uma destruição.
Lido o soneto, impossível não ouvir cantar o cuco do terceiro verso, nem deixar de lado, no segundo movimento, os avisos da tempestade que desabará no terceiro (o meu favorito). O pintassilgo - Gardellino - foi pássaro dos afetos do compositor, visto merecer dele um concerto específico, o de número três em Ré Maior, RV 428, para flauta e cordas.


VERÃO, CONCERTO Nº2 EM SOL MAIOR, RV315

Alegro non molto

Adagio – Presto

Presto 


Nota: RV significa Ryom Verzeichnis - Catálogo de Ryom (1974). Peter Ryom (1937 - ) foi um erudito dinamarquês, autor do principal catálogo das obras do Padre Ruivo.



Vídeo