ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Debussy e a Música Sintetizada ou New Age

Última modificação : Terça, 26 Julho 2016 15:22




Embora alguns atribuam suas origens a Tony Scott e Paul Winter nos anos de 60, esse gênero de música tem, na verdade, mais de um século. Enquanto andava pelo Bois de  Boulogne, em Paris, em 1889, Claude Debussy (França, 1862-1918) ouviu uma estranha música à distância que parecia girar em torno e através dele. O jovem compositor francês compreendeu que não estava ouvindo melodias, mas sim “espaço”. Os tons pentatônicos, estranhamente afinados, envolveram-no superando seu senso de cromatismo e contraponto. Na verdade, o que ele ouviu foi uma orquestra gamelan da Indonésia, tocando na Grande Exposição para comemorar o centésimo aniversário da Revolução Francesa e a construção da nova Torre Eiffel.


Depois desse encontro, Debussy deu-se conta de que a música tinha espaço, brumas, essências e cores que ainda não haviam sido expressas; daí em diante sua música adquiriu uma nova sensibilidade. De suas composições: “Pegadas na Neve”. “A Catedral Submersa”, “Luar” e “Tarde de um Gamo”, nasceu o Impressionismo. Iniciava-se a nova era da música atmosférica. Os sons gamelan, com suas ferozes cascatas e ondulações plácidas, evocam altos e baixos em nossas psiques. 



Ouça uma bela execução da "La Cathédrale Englotie": http://youtu.be/JAVyKDDsM3s