ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Grandes vozes femininas

Última modificação : Sexta, 20 Fevereiro 2015 17:41


 

 

A presença das mulheres na música está cada vez mais frequente.  Suas vozes são classificadas de acordo com timbre e a extensão vocal. Além disso, também são consideradas certas habilidades técnicas exigidas para desempenhar determinados papéis.

 

 

MARIA CALLAS

 

A grega Maria Callas foi considerada a maior celebridade da Ópera no século 20 e é uma das maiores soprano de todos os tempos. Callas possuía uma voz poderosa com uma amplitude fora do comum e mostrou que era possível imprimir dramaticidade mesmo em papéis que exigiam grande virtuosismo vocal por parte do intérprete. O seu legado mais duradouro deve-se a esse estilo de atuação nas produções operísticas, à raridade e distintividade de seu tipo de voz e ao resgate de óperas há muito esquecidas do bel canto, estreladas por ela.

 

Confira: http://youtu.be/6fZRssq7UlM


 

MONTSERRAT CABALLÉ

 

A estreia mundial de Montserrat Caballé foi em 1965, quando teve que substituir Marilyn Horne na ópera Lucrezia Borgia de Donizetti. Sua atuação rendeu 25 minutos de aplausos. A soprano ficou conhecida como uma das grandes divas da ópera mundial a fama lhe gerou vários anos de teatros lotados para assistir suas apresentações. Tem uma variedade enorme em estilo e repertório que estão em mais de 130 gravações, abrangendo inúmeras óperas, além de parcerias com cantores de rock (cantou com Freddie Mercury e Bruce Dickinson).

 

Confira: http://youtu.be/RxZSP1Dc78Q


 

SARAH BRIGHTMAN

 

A soprano Sarah Brightman vendeu mais de 30 milhões de álbuns e mais de 2 milhões de DVDs, além de conquistar 160 discos de Ouro e Platina em 34 países. A trilha sonora do musical “O Fantasma da Ópera”, estrelado por Sarah, vendeu mais de 40 milhões de cópias e se tornou um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos. Anos de estudo e dedicação na arte do canto lírico e contemporâneo garantiram a Sarah uma extensa possibilidade de cores de vozes, tornando-a capaz de cantar, em várias vozes, diversas óperas antigas já esquecidas pela dificuldade de se encontrar vozes capazes de cantá-las.

 

Confira: http://youtu.be/MZlHS22j_-A


 

BIDU SAYÃO

 

A soprano brasileira Bidu Sayão foi parte do elenco do Metropolitan durante muitos anos. Arturo Toscanini era seu admirador, referindo-se a ela como “la piccola brasiliana” (a pequena brasileira). Apesar da baixa estatura, Bidu Sayão tinha uma voz delicada e graciosa. Se destacou em obras de diversos compositores, entre eles Puccini, Mozart, Verdi, Richard Strauss, Debussy e Villa-Lobos.

 

Confira: http://youtu.be/iI49UWyUrJs



RENNÉ FLEMING

 

A soprano americana Renné Fleming tem um amplo repertório que conta com obras do barroco, classicismo, romantismo e modernismo. Hábil com idiomas, Renné canta papéis em alemão, francês, português, italiano, tcheco e russo, sendo fluente nos dois primeiros, além de sua língua materna inglesa.

 

Confira: http://youtu.be/ispgd26Rtig