ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Como eles morreram?

Última modificação : Domingo, 25 Janeiro 2015 12:37


 

 

Mozart, Chopin, Beethoven, Bach e Tchaikovsky jamais serão esquecidos. Esses compositores marcaram a história da música clássica e deixaram obras que sobreviveram à passagem dos anos. O filósofo alemão Nietzsche disse que “a recompensa final dos mortos é não morrer nunca mais”, e assim acontece com os compositores: permanecem ao nosso lado na forma de suas canções. 



MOZART

 

Em 1791 um amigo de Mozart encomendou uma ópera para o povo. A Flauta Mágica estreou em um pequeno teatro popular de Viena, em setembro daquele ano. Em seguida, lhe foi encomendado um Réquiem. Bastante atarefado e doente, Mozart escreveu, aos poucos, a missa fúnebre que ficou inacabada. Morreu em 5 de dezembro de 1791. O que se sabe é que o Réquiem foi finalizado, tempos depois, pelo seu aluno Franz Xaver Süssmayr.


Confira uma bela composição de Mozart: 
http://j.mp/XYBsXl


Saiba mais sobre Mozart: 
http://bit.ly/QXEchY


 

CHOPIN

 

Chopin morreu aos 39 anos, em outubro de 1849, solitário e endividado dentro de seu apartamento em Paris. Havia parado de compor um ano antes e, insatisfeito com suas últimas produções, chegou a destruir algumas partituras inéditas. Antes do sepultamento, os amigos atenderam-lhe o último pedido, rabiscado em um papel, na véspera da morte: seu corpo deveria ser aberto e o coração arrancado. Os restos mortais de Chopin estão no cemitério Père Lachaise, em Paris, e seu coração foi enviado para a catedral de Varsóvia, na Polônia.


Confira uma bela composição de Chopin:
 http://bit.ly/10mzosA

 Saiba mais sobre Chopin: http://bit.ly/SCE9ax

 


BEETHOVEN

 

Nos últimos anos de vida, já completamente surdo, Beethoven passava as noites em bares, vestia-se mal e frequentemente brigava com vizinhos. Os pulmões, o fígado, o reumatismo e as dores de cabeça o atormentavam diariamente. Mesmo assim não deixou de compor obras-primas. Dizem que a surdez o havia libertado de todas as convenções musicais, possibilitando-lhe criar uma música abstrata e completamente inovadora. Três anos antes de morrer, Beethoven foi efusivamente aplaudido durante a execução de sua Nona Sinfonia. O sucesso o deixou animado para escrever a sua décima sinfonia, porém, não houve tempo para isso. Ele morreu de cirrose hepática em março de 1827, após contrair pneumonia.

 

Confira uma bela composição de Beethoven: http://bit.ly/16w7e0U

 

Saiba mais sobre Beethoven: http://youtu.be/hdWyYn0E4Ys

 

 

TCHAIKOVSKY

 

Embora a versão oficial relate que Tchaikovsky morreu por cólera após ingerir um copo de água infectada, há rumores de que existam outras possíveis causas para sua morte. Conta-se que em uma reunião com amigos da escola de direito, Tchaikovsky foi aconselhado por um colega a cometer suicídio caso não quisesse que seu envolvimento com um rapaz da aristocracia russa se tornasse público. Coincidentemente, poucos dias após a reunião o músico faleceu. O que se pode afirmar é que havia arsênico na água que bebia, mas nunca saberemos se a substância foi colocada propositalmente em sua bebida ou se realmente foi suicídio.

 

Confira uma bela composição de Tchaikovsky: http://bit.ly/XMwrmu

 

Saiba mais sobre Tchaikovsky: http://bit.ly/QXE2Y1


 

BACH

 

Johann Sebastian Bach, o gênio da ciência musical não acumulou riquezas durante sua vida. Cercado por sua família, Bach morreu completamente cego em julho de 1750. Dizem que, pouco antes de morrer, ele tenha ditado ao genro Altnkiol sua última obra “Senhor, eis-me diante do teu trono”, que foi executada em seu funeral. Bach está enterrado na igreja de São Tomás, na Alemanha.

 

Confira uma bela composição de J.S.Bach: http://bit.ly/ZXc029

 

Saiba mais sobre J.S.Bach: http://bit.ly/YK6y1w




Frase Aristoteles