ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

VALZER DI MUSETTA (VALSA DE MUSETTA)

Última modificação : Segunda, 30 Março 2020 14:05



PUCCINI, GIACOMO (1858-1924)

ITALIANO – ÓPERA ROMÂNTICA – 38 OBRAS 

 

Puccini foi o último da grande linhagem de compositores italianos de ópera romântica. Com Turandot, sua obra-prima inacabada, pode-se considerar a tradição consumada, embora nessa obra Puccini já explorasse grande parte da nova linguagem musical do século XX. Suas óperas mais populares, La Bohème, Madama Butterfly e Tosca mostram seu talento para hipnotizar as platéias com pura intensidade dramática. Elas se baseiam em histórias de amor, vingança e traição.

 

LA BOHÈME

VALZER DI MUSETTA


Ópera em quatro atos, com libreto de Luigi Illica e Giuseppe Giacosa, baseado no livro de Henri Murger, Scenes de la vie de bohème. Estreou no Teatro Regio de Turim em 01 de fevereiro de 1896, sob a regência de Arturo Toscanini.


Esta ópera tem como tema a vida dos artistas na Paris da década de 1830, uma jovem moribunda e o poeta que a ama. Noite de Natal. Em seu estudio no Quartier Latin, o pintor Marcello e o poeta Rodolfo tentam se aquecer queimando as páginas do último drama escrito por Rodolfo. Dois amigos chegam, Colline, um jovem filósofo, e Schaunard, um músico que conseguiu emprego e traz um jantar, carvão para a lareira e dinheiro. Logo vão para a boemia, se juntar aos artistas e intelectuais do Café Momus.


No ato II, no Café Momus, Rodolfo aparece trazendo Mimi para apresentar aos amigos. Musetta, antiga amante de Marcello, tenta atrair sua atenção contando como atrai os olhares dos homens quando passa.

Puccini dedica à Musetta uma das árias mais lindas do repertório operístico, popularmente conhecida como “Valsa de Musetta".



Vídeo