ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Como era a vida musical vienense na época de Beethoven

Última modificação : Quarta, 23 Dezembro 2015 17:07


 

Os concertos públicos eram organizados pelo próprio compositor. Não havia séries nem temporadas. Só atuavam duas entidades organizadoras de concertos em Viena na década de 1820: a Tonkünstlersozieät (Sociedade dos Músicos), fundada em 1772, que promovia dois concertos por ano em benefício das viúvas e dos órfãos de músicos, e a Gesellschaft der Musikfreunde (Sociedade dos Amigos da Música), fundada em 1814, que organizava quatro concertos anuais dedicados a oratórios e, a partir de 1824, uma nova série de música de câmara, intitulada Abendunterhaltungen (Entretenimentos Noturnos).

 

A variedade da vida musical vienense era composta das chamadas academien, concertos bancados pelos próprios compositores-músicos a fim de criar um mercado consumidor para as edições das partituras de suas obras. As apresentações duravam de 3 a 5 horas, os gêneros se misturavam e não havia preocupação em executar a obra inteira. As academias começavam entre 18 e 19 horas e os lugares não eram marcados. Os aplausos eram regulamentados por decreto imperial. O público não podia pedir bis e os músicos não podiam falar com a platéia depois de tocarem. Porém, aplaudia-se ou vaiava-se à vontade entre os movimentos!



 

Fonte: Abril Coleções, Bravo!: Grandes Compositores da Música Clássica, Beethoven 2