ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Libreto

Última modificação : Segunda, 09 Setembro 2013 16:53


[Do italiano libretto, livrinho]

Texto de ópera, oratório ou cantata. A história do libreto é extensa e complexa. Originalmente era um pequeno livro que continha o texto de uma ópera impresso separadamente para benefício do público. A tarefa do libretista era adaptar ou traduzir uma peça, livro ou história tradicional de um país de forma a adequar-se aos requisitos musicais do compositor com quem ele colaborava. Os libretistas, conquanto não fossem necessariamente teatrólogos, eram frequentemente poetas ou autores teatrais. Entre as colaborações mais bem sucedidas, mencione-se as de Da Ponte e Mozart, Boito e Verdi, Hofmannsthal e Richard Strauss, e Gilbert e Sulivan. Wagner, para O Anel dos Nibelungos, escreveu seus próprios libretos.

 

Libretistas:

Eram famosos: Rinuccini (1600) para Peri, Caccini, Monteverdi; Philippe Quinault (1635-1688) para Lully: Pietro Metastasio (1698-1782) para A.Scarlatti, Hasse, Haendel, Mozart; Raniero de Calzabigi (1714-1795) para Gluck; Lorenzo da Ponte (1749-1838) para Mozart (Fígaro, Così fan tutte, Don Giovanni); Eugène Scribe (1791-1861) para Auber, Meyerbeer, Halévy, Boildieu; Arrigo Boito (1842-1918) para Otello e Falstaff, de Verdi; Hugo von Hofmannsthal (1874-1929) para R.Wagner; William Gilbert (1836-1911) para Sullivan. Richard Wagner escreveu seus próprios libretos e foi seguido por Cornelius, Pfitzner, Schreker, entre outros.