ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Heitor Villa-Lobos

Última modificação : Segunda, 05 Março 2018 14:22


 

 

Maestro e compositor, Heitor Villa Lobos destaca-se por ter sido o principal responsável pela descoberta de uma linguagem peculiarmente brasileira, sendo considerado o maior expoente da música do Modernismo no Brasil. Suas composições contêm nuances das culturas regionais brasileiras, com os elementos das canções populares e indígenas.

 

 

Heitor Villa Lobos nasceu em março de 1887 na cidade do Rio de Janeiro. Sempre foi incentivado a estudar muito por sua mãe que queria vê-lo se formar em medicina. Seu pai era funcionário da Biblioteca Nacional  e músico nas horas vagas quando lhe dava algumas orientações musicais com um pequeno violão que adaptara para o menino. Quando estava com 12 anos, Villa-Lobos começou a tocar violoncelo em cafés, teatros e bailes até que conheceu os “chorões” que tocavam música popular carioca, acabando por desenvolver também habilidade para violão. Villa-Lobos viajou para o interior do país com o intuito de conhecer o universo musical daquele povo que lá morava. Continue lendo sobre Villa-Lobos

 

 

Em 1917 Villa-Lobos compôs o poema sinfônico "Uirapuru" baseado no folclore do Brasil. A composição que retrata o ambiente da selva brasileira e seus habitantes naturais é rica em detalhes e tornou-se uma de suas primeiras obras-primas.


Saiba mais sobre Uirapuru


Assista o vídeo dessa obra executada pela Orquestra Petrobras Sinfônica, sob regência de Isaac Karabtchevsky: https://youtu.be/FsOoAYU24kM

 

 

Villa-Lobos participou também da Semana de Arte Moderna em 1922 realizada no Teatro Municipal de São Paulo no qual apresentou três espetáculos em três dias. Nesta época Villa-Lobos já era considerado um dos nomes mais importantes da música brasileira, chegando a ser interpretado por participantes da Semana juntamente com outros nomes como Eric Satie e Debussy. Depois de um ano viaja para a Europa voltando ao Brasil somente em 1924.  

 

Aqui você encontra o vídeo da Bachianas Brasileiras nº 7: http://bit.ly/VXImOM

 

 

Villa-Lobos morreu em novembro de 1959 vítima de câncer deixando para nós um maravilhoso legado musical do qual a Bachianas Brasileiras nº 2, é uma de suas obras de referência. O Trenzinho do Caipira é parte integrante dessa composição. A obra se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra. Continue lendo

 

Assista o vídeo do Trenzinho do Capira, com Marcelo Bratke e a Camerata Brasil: http://bit.ly/1fjWJlU

 


Quer saber mais sobre o compositor? Então confira este documentário - "O índio de casaca". Com direção de Roberto Feith e apresentação de Paulo José, a película resgata a biografia de Villa-Lobos. 

https://youtu.be/3WNDf03560c




 

“Sim sou brasileiro e bem brasileiro. Na minha música deixo cantar os rios e os mares deste grande Brasil. Eu não ponho mordaça na exuberância tropical de nossas florestas e dos nossos céus, que transporto instintivamente para tudo que escrevo.” - Heitor Villa-Lobos