ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Música Clássica Contemporânea – o que é e porque as pessoas não gostam tanto assim? (1)

Última modificação : Quarta, 29 Janeiro 2014 15:55


 

Quando me perguntam o que eu faço da vida, a resposta sempre gera surpresa: “Sou compositor de música clássica”. Vou escrever alguns pequenos artigos abordando o tema do título, mas gostaria muito de ouvir de vocês também. Comentem, critiquem, opinem. Essa é a pergunta que tem afligido a todos que trabalham nessa área. E ter essa opinião de vocês certamente vai ajudar a todos a alinharem melhor a sua comunicação. 

 

A polêmica começa pelo nome: Música Clássica Contemporânea. Muita gente é contra o uso do termo “Música Clássica”. Dizem que esse uso só seria adequado a obras do período Neo-Clássico (Mozart, Haydn e seus contemporâneos). Preferem usar “Música de Concerto”, “Música Erudita” ou até mesmo “Música Séria”. Eu aceito o argumento. O que “pega” é que na maior parte do mundo usa-se o termo música clássica de forma genérica. Embora encontremos também os relativos a “Música Artística” ou “Música de Criação”. O importante de um termo é que ele comunique sem erro. E, sem dúvida, por mais que do ponto de vista acadêmico o termo “Música Clássica” possa não ser a melhor opção, quando falamos todos pensam naquela música feita por compositores como Bach, Vivaldi, Handel, Mendelsohn, Brahms, Debussy, Tchaikovsky, etc, embora nenhum deles sejam compositores do período dito clássico. Então, prefiro, pra simplificar, “Música Clássica” (embora também goste de “Música de Concerto”, embora nos dias de hoje isso possa trazer problemas pela restrição que o termo traz).

 

Seguindo esse raciocínio, se a “Música Clássica” seguiu sua evolução natural no século XX (e XXI), porque não aplicar o mesmo termo? Eu posso falar “Música Barroca”, “Música do Romantismo” (Romântica sempre confunde com Roberto Carlos e outros bichos...), “Música Moderna” ou mesmo “Música Contemporânea”. Mas, se quisermos ser específicos, acho totalmente pertinente falar “Música Clássica Contemporânea”. Ou seja, a música que, seguindo uma tradição, evoluiu e é feita nos dias de hoje. Assim como a música do Classicismo trouxe novidades e rupturas diante da música barroca e a do Romantismo com a do Classicismo, a evolução continua.

 

Vou continuar desenvolvendo o tema nas próximas semanas, mas, não se esqueça: se você acha a música dos compositores de hoje um pouco (ou muito!) estranha, não se preocupe: muita gente que viveu na época dos compositores consagrados, também achava a música deles Mutcho Loca!



SergioRobertoOliveira IV


 

Sergio Roberto de Oliveira

Compositor




www.sergiodeoliveira.com

www.facebook.com/compositorsergiorobertodeoliveira

www.soundcloud.com/sergio-r-de-oliveira

www.youtube.com/composerSRO

Twitter: @srdeoliveira