ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

MISSA SOLEMNIS EM RÉ MAIOR, OP. 123

Última modificação : Terça, 05 Julho 2016 15:39



LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770 – 1827)

ALEMÃO – ERA CLÁSSICA –398 OBRAS

 

Ano da composição: 1819–23

Estreia mundial: 04 de abril de 1824 em São Petersburgo

Primeira publicação: 1827

Idioma: Latin

Dedicatória: Arqueduque Rudolf da Áustria (1788–1831), com os dizeres: "De coração, possa ela retornar ao coração"

Estilo: Romântico

 

 

A Missa solemnis (Missa solene) em Ré Maior, Op. 123 foi composta no período 1819-1823 e teve sua estreia em 7 de abril de 1824 em São Petersburgo sob os auspícios do patrono de Beethoven, o príncipe Nikolai Galitzin; uma execução incompleta foi feita em Viena em 7 de maio do mesmo ano, quando o Kyrie, o Credo e o Agnus Dei foram dirigidos pelo próprio compositor. É considerada uma das obras supremas de Beethoven. Em conjunto com a Missa em si menor de Johann Sebastian Bach é a mais importante missa do chamado "período da prática comum".

 

Uma obra-prima inquestionável, representa Beethoven no apogeu da sua capacidade criativa, mas não tem a popularidade das suas sinfonias e sonatas. Escrita ao mesmo tempo que a sua Nona Sinfonia, é a segunda missa composta por Beethoven, sendo a outra a Missa em Dó Maior, Op. 86, obra menos admirada.

 

 

Instrumentação vocal solo, coro misto e orquestra:

2 flautas; 2 oboés, 2 clarinetes (em lá, dó, e si); 2 fagotes; 1 contrafagote; 4 trompas (em ré, mi, si baixo, mi, e sol); 2 trompetes (em ré, si e dó); trombone alto, tenor, e baixo; tímpano; órgão contínuo; cordas: (violinos I e II, violas, violoncelos, e contrabaixos).

Solistas vocais: soprano, alto, tenor, e baixo.

Coro misto com sopranos, altos, tenores e baixos.

 

 

Movimentos:

1 .Kyrie. Assai sostenuto

2. Gloria. Allegro vivace

3. Credo. Allegro ma non troppo

4. Sanctus. Adagio

5. Agnus Dei. Adagio. Presto

 

 

Vídeo




 

 

Fontes:

Wikipedia.org

IMSLP/Petrucci Music Library