ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Naipes orquestrais

Última modificação : Sábado, 14 Fevereiro 2015 18:20



 

Imagine que você está sentado em uma sala de concerto, com a orquestra distribuída à sua frente. Esse "conjunto razoavelmente grande de instrumentos" não é, em absoluto, um agrupamento ao acaso. Na verdade, trata-se de uma unidade altamente organizada e equilibrada, composta de quatro naipes ou "famílias" de instrumentos: Cordas - Madeiras - Metais – Percussão.

 

 

As cordas são a "espinha dorsal" da orquestra. Mais da metade dos membros de uma orquestra é instrumentista de cordas e portanto o som de uma orquestra completa é fundamentalmente composto de uma sólida base de som das cordas.

 

O naipe das cordas consiste em:

. Violinos - primeiros e segundos

. Violas

. Violoncelos

. Contrabaixos

. Harpa.

 

Confira a delicadeza das cordas nesta obra: http://youtu.be/EoSORrHq90c

 


Os instrumentos de sopro conhecidos como madeiras são, como seu nome sugere, feitos basicamente de madeira, apesar de os modernos flautins e flautas serem de metal. Os sons são produzidos pelo sopro do instrumentista, que faz vibrar uma palheta, ou, no caso da flauta e do flautim, penetra no instrumento através de um orifício oval. Em qualquer dos casos, uma coluna de ar é posta em vibração dentro de um tubo oco. O comprimento da coluna de ar determina a altura da nota: quanto mais curta a coluna de ar, mais aguda será a nota e quanto mais longa, mais grave será a nota.

 

Fazem parte desta categoria:

. Flautas e Flautim

. Oboés e Corne inglês

. Clarinetas e Clarineta baixo (clarone)

. Fagotes e Contra fagotes

. E ocasionalmente saxofone.

 

Veja como identificar os diferentes sons de uma orquestra a partir deste vídeo: http://bit.ly/1emSmVk

 

 

Os sons do naipe de metais, assim como os das madeiras, são produzidos pelos sopros dos instrumentistas. Os instrumentos de metal são, hoje em dia, construídos de uma liga de metais, em vez de puro latão ou bronze. Cada instrumento consiste em determinada extensão de tubos, dobrados ou enrolados, para facilitar o seu manuseio pelo instrumentista. Um bocal é encaixado em uma das extremidades do tubo e a outra extremidade se alarga para formar uma campânula.

 

A seção de metais da orquestra moderna frequentemente inclui:

. 4 Trompas

. 3 Trompetes (e ocasionalmente cornetas de pistões)

. 3 Trombones (2 tenores; 1 baixo ou tenor-baixo em si bemol e fá)

. Tuba.

Confira um concerto para trompete e orquestra e veja os diferenciais deste instrumento. http://bit.ly/1fYjsGq

 

 

Os instrumentos de percussão são os que precisam ser agitados ou percutidos para poderem soar. Alguns desses instrumentos se situam entre os mais conhecidos, datando do início da história humana, quando eram usados para danças, rituais, envio de sinais de comunicação e guerra. Apesar disso, a seção de percussão da orquestra é a mais recente a ser estabelecida.

Este tipo inclui:

. Tímpanos

. Glockenspiel

. Xilofone

. Celesta

. Vibrafone

. Carrilhão.

 

Confira um concerto em que os Tímpanos fazem a diferença: http://bit.ly/PUxVsR

 

Saiba mais sobre naipes orquestrais: http://bit.ly/1kkjXhO