ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Especial | Maestros

Última modificação : Quarta, 04 Fevereiro 2015 17:03



 

Para que um grande contingente instrumental siga rigorosamente o tempo rítmico, a dinâmica e o andamento indicado na partitura pelo compositor, é necessário um líder que mantenha a ordem da orquestra, pois do contrário, seria fácil cada músico perder a marcação do tempo em relação aos outros. Aqui entra a figura do maestro como gerenciador do sistema musical. A figura do maestro, tal como conhecemos hoje, nasceu da necessidade de especializar um músico para providenciar o equilíbrio da massa orquestral que o romantismo desencadeou. Continue lendo sobre O Papel do Maestro


Agora vamos conhecer um pouco dos principais maestros contemporâneos.

 


No ano passado, a BBC de Londres divulgou uma completa lista com os principais maestros contemporâneos. No topo da lista estava o austríaco Carlos Kleiber (1930-2004). Conhecido tanto como um regente brilhante quanto como o "enfant terrible" da música clássica na Alemanha, o recluso Kleiber frequentemente cancelava apresentações na última hora, faltava a entrevistas e se recusava a se ligar a uma única orquestra. Ele raramente se apresentava em público.

 

Aqui você assiste uma das poucas apresentações do maestro que se tem em vídeo, com a Filarmônica de Viena!

 


Na segunda colocação da lista da BBC dos maiores maestros contemporâneos está Leonard Bernstein. Vencedor de vários Emmys, Bernstein foi o primeiro compositor nascido nos Estados Unidos no século XX a receber reconhecimento mundial, ficando famoso na direção da Filarmônica de Nova York e dos célebres concertos para jovens na televisão. Uma das figuras mais influentes na história da música clássica americana, Bernstein patrocinou obras de compositores americanos e inspirador das carreiras de uma geração de novos músicos.

 

Confira o talento do maestro nesta apresentação

 

Falecido no início de 2014, o italiano Claudio Abbado regeu as maiores orquestras do mundo, entre elas a Filarmônica de Berlim. Era famoso pelo engajamento social, o incentivo aos jovens talentos e pelo modo gentil de lidar com quem atuava sob sua batuta. Chamado de "o melhor maestro do mundo" pelo jornal britânico Financial Times, conhecido por seu modo amável e discreto de liderar os músicos, Abbado, que recebera o título de senador vitalício do Parlamento italiano, abriu mão do salário de parlamentar para financiar bolsas de estudo de jovens músicos, afirmando que a música "ajuda as pessoas a viverem juntas".

 

Confira uma bela apresentação que conta com regência do maestro Abbado 

 

 

Em quarto lugar na lista da BBC está o austríaco Herbert von Karajan, foi considerado um dos maestros de maior destaque do período pós-guerra, tendo passado 27 anos de sua vida à frente da Orquestra Filarmônica de Berlim. Seu estilo na regência foi marcado por perfeccionismo, intensidade, introversão e exibicionismo. Vindo de uma família da alta burguesia, foi um prodígio no piano desde muito cedo: teve contato com o instrumento aos quatro anos de idade.

 

Confira um belo concerto regido pelo maestro Herbert von Karajan