ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

SINFONIA Nº 4 | BRASÍLIA

Última modificação : Quarta, 22 Junho 2016 15:07



Mozart Camargo Guarnieri (1907-1993)

 

Foi escrita em 1963. Apesar de dedicada a Leonard Bernstein, o maestro nunca a dirigiu. Estreou em Lisboa, Portugal com a Orquestra Sinfônica de Lisboa, sob a direção de Camargo Guarnieri a 29 de junho de 1964. Nesse mesmo ano, a obra recebeu medalha de prata da Associação Paulista de Críticos Teatrais como “a melhor obra sinfônica” do ano. Em 1965, também estreou no Rio de Janeiro e em S. Paulo. Nos EUA, estreou em Portland, Maine, sob a direção de Paul Vermel, a 5 de dezembro de 1967. Depois desta ocasião a Porland Press Herald, publicou a seguinte crítica:

“a quarta sinfonia de Guarnieri (...) pode ser considerada uma das mais importantes partituras brasileiras sugeridas em muitos anos. Guarnieri escreveu magnificamente para sopros e as cordas. A multidão, deslumbrada, o aplaudiu calorosamente no final.”

 

Traz o título de Brasília porque Guarnieri escreveu para comemorar o surgimento do vibrante novo “Camelot” do continente do sul. Em 1958, Guarnieri foi o presidente do Júri de um concurso de composição instituído para comemorar o primeiro aniversário do início da construção de Brasília, patrocinado pelo Ministério da Educação e Cultura do Brasil. Na época Clóvis Salgado era o ministro da Educação, além de presidente do concurso, Guarnieri era o assessor musical do ministro, e na posição em que se encontrava ele não podia mandar uma obra sua para o concurso, no entanto ficou tão inspirado pelo que viu na cidade, que naquele mesmo momento esboçou a obra durante sua estada, guardando seus manuscritos dentro de um livro que ele estava lendo. Ele esqueceu-se das ideias até que um dia folheando o livro em 1963, encontrou as anotações. A sinfonia foi terminada em Nova York, quando integrava o júri do concurso Mitropoulos, destinado a jovens regentes, em março de 1963, dedicando-a então a Leonard Bernstein.

 

 

Movimentos:

Sinfonia nº 4 "Brasília"

Allegro enérgico

Lento e trágico

Enérgico triunfante



Vídeo





 

Fonte:

Emanuel Martinez, em:

repertoriosinfonico.blogspot.com.br