ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Legado de Claude Debussy, O

Última modificação : Sexta, 13 Fevereiro 2015 15:29


 

 

A música de Claude Debussy é conhecida pelo seu componente sensorial e abstenção frequente de tonalidade. Segundo especialistas, a obra de Debussy geralmente reflete as atividades ou turbulência de sua própria vida. Nascido em Saint Geman en Laye, cidade próxima a Paris, no dia 22 de agosto de 1862, era o primogênito do casal Victorine Josephine Sophie Manoury e Manuel Achille Debussy. Após a falência dos negócios de seu pai, que comercializava porcelanas, mudou-se com a família para a capital francesa, onde iniciou seus estudos musicais aos 9 anos de idade. A primeira professora e incentivadora foi Madame Mauté de Fleurville, uma exímia pianista que havia sido aluna de Chopin e sogra do poeta Paul Verlaine. Aos 11 anos, Debussy já frequentava o Conservatório Superior de Paris, onde chamou a atenção de seus mestres, Ernest Giraud e Albert Lavignac, pela criatividade.


Confira uma bela apresentação de Claire de Lune Mária Kovalszki ao piano: http://bit.ly/13xoFeU

 

 

O talento promissor de Debussy chegou aos ouvidos da milionária russa Nadezhda von Meck, conhecida por ser protetora de Tchaikovsky. Em 1879, aos 17 anos, o jovem músico foi convidado por ela a integrar, como pianista, o trio musical que apadrinhava. Debussy excursionou por toda a Europa. Adquiriu experiência profissional e teve a oportunidade de conhecer grandes nomes como Wagner e Liszt.

 

Confira outra grande composição em interpretação da Orquestra Sinfônica de Londres:http://youtu.be/dWgLvgXLu7Q

 

 

Debussy tornou-se inimigo das grandes orquestras, passando a dar mais importância aos acordes isolados, timbres, pausas e ao contraste entre registros. Queria compor com liberdade, fora das regras tradicionais. Apesar de classificar Wagner como extravagante, sofreu grande influência do compositor alemão, principalmente na sua concepção do drama lírico. Este traço é marcante nas cantatas La demoiselle élue (1888), Musique javanese à Paris (1889) e Cinq poemes Baudelaire (1889).

Ouça La demoiselle élue http://youtu.be/qNVLTWTHYY4



Debussy casou-se em 1899, com a costureira Rosalie Texier. O relacionamento durou apenas cinco anos. Em meio a um tumultuado divórcio, Rosalie tentou o suicídio ao saber que o ex-marido tinha outra mulher, a rica e sofisticada Emma Bardac. Continue lendo sobre Debussy

O reconhecimento de Debussy como compositor só aconteceu em 1902, com a estréia da ópera Pélleas et Mélisande, em Paris. Casou-se então pela segunda vez, com Bardac, com quem teve uma filha, Claude-Emma, em 1905. No mesmo ano, escreveu sua mais famosa obra sinfônica, La Mer, que é a impressão musical da imagem e do som do oceano. Em homenagem à filha, produziu também a suíte Children's corner (1906-1908), para piano.

 

Saiba mais sobre La Mer


Para ouvir mais composições de Debussy, acesse o vídeo! http://youtu.be/dyGS5j8MK9M




 

Frase Debussy I