ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

BELLINI, VICENZO (1801-1835)

Última modificação : Quarta, 29 Abril 2015 17:16


 

ITALIANO - ÓPERA ROMÂNTICA - C.60 OBRAS

 

Vincenzo Salvatore Carmelo Francesco Bellini (Catânia, 03 de novembro de 1801 - Puteaux, 23 de setembro de 1835)

 

Bellini, ao lado de Rossini e Donizetti, foi um dos três grandes compositores da ópera italiana de bel canto. Em sua curta vida, escreveu dez óperas, muitas das quais permaneceram no repertório. Sua reputação assenta-se sobre as linhas líricas graciosas e de fôlego que propiciou aos cantores e sobre a grande agilidade vocal exigida por sua música. Sua obra-prima, Norma, contém a suprema ária bel canto. Ficou conhecido como o "cisne da Cantânia".

 

 

Bellini nasceu em Cantânia, na Sicília, tendo cursado, em Nápoles, o Conservatório San Sebastiano, onde estudou com Zingarelli. Sua primeira ópera, Adelson e Salvini, foi apresentada em recital em 1825. Foi imediatamente contratado para escrever uma ópera para o prestigioso Teatro San Carlo em Nápoles, logo recebendo outra encomenda - Il pirata - para o também grandioso La Scala de Milão.

 

Seu êxito seguinte - em Paris e na Itália - foi I Capuleti e i Montecchi, na qual a parte de Romeu é escrita para voz mezzo feminina. Seguiram-se La sonnambula, Norma e I puritani, na época em que Bellini mudou-se para Paris, onde morreu muito jovem.

 

Compôs música sacra (motetos e missas), música de câmara e sinfônica, mas é a ópera que lhe deu fama. Escreveu obras para o bel canto lírico, expressão vocal que exige uma grande agilidade e precisão. Tentou minimizar as diferenças entre o clássico cantado e recitado - árias e recitativos - mantendo a tensão dramática.

 



 

 

 

Fontes:

Guia Ilustrado da Música Clássica Zahar

Wikipedia.org