ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

CAVALEIRO DA ROSA, OP. 58

Última modificação : Quarta, 05 Novembro 2014 17:45


 

STRAUSS, RICHARD (1864-1949)

ALEMÃO – ERA ROMÂNTICA – 189 OBRAS

 

Der Rosenkavalier

 

Título alternativo: Komödie für Musik in drei Akten

Número de catálogo: Op.59; TrV 227

Ópera em três atos

Ano da composição: 1909 - 1910

Data da estreia: 26 de janeiro de 1911-01-26, Hofoper, Dresden, Saxônia, Alemanha. Regência von Schuch

Primeira publicação: 1910

Libreto: Hugo von Hofmannsthal (1874-1929)

Idioma: Alemão

Estilo: Início do século XX

Instrumentação: Vozes, Coro (SATB) e orquestra

 

Obras relacionadas:

Concert suite from the opera, TrV 227d (1945?)

Der Rosenkavalier (suite) - em 5 movimentos

 

Waltz Sequence No.1 from Act III, TrV 227c (1944)

Walzerfolge No.1 aus "Der Rosenkavalier" - em 1 movimento, compilado do Ato III da ópera

 

Waltz Sequence No.2 from Acts I and II, TrV 227a (1910–11)

Walzerfolge No.2 aus "Der Rosenkavalier" - em 1 movimento - compilado dos Atos I e 2 da ópera.

 

 

Fascinando o público desde a estreia em 1911, uma música sinfônica sensual envolve prazeres vienenses mais borbulhantes, entre valsas e travessuras. O libretista criou uma história mozartiana de tom ao mesmo tempo moderno e atemporal. A poesia de seu libreto inspirou a música excepcional. Para muitos, o trio vocal do fim do Ato III é um dos ensembles mais requintados da história da ópera.

 

É provavelmente a mais encenada de todas as óperas alemãs compostas no século XX, popularidade que se deve, em parte, à pletora de ritmos de valsa na partitura. A orquestra é enorme: nada menos que 112 instrumentos, 19 dos quais na orquestra que toca no palco no terceiro ato. Para a orquestra principal, o compositor pede: 16 primeiros violinos, 16 segundos violinos, 12 violas, 10 violoncelos, 8 contrabaixos, 3 flautas (nº 3 também piccolo), 3 oboés (nº 3 também corne inglês), 1 clarineta baixo (também corno di bassetto), 3 fagotes (nº 3 também contrafagote), 4 trompas, 3 trompetes, 1 tuba, tímpanos, celesta, 2 harpas e 3 executantes para caixa clara, pratos, triângulo, tamborim, glockenspiel, sinos, castanholas. O regente é instruído a reduzir o número das cordas nas passagens "em que for necessário para a percepção das palavras".

 

 

PAPEIS PRINCIPAIS:

Viena, Áustria, na época de Mozart

 

. Feldmarschallin (a Marechala), princesa Werdenberg, soprano - Amante do jovem Octavian

. Octavian, conde Rofrano, mezzo soprano - O portador da rosa

. Barão Ochs von Lerchenau, baixo - Noivo de Sophie, interessado no dote

. Herr von Faninal, barítono - O rico pai de Sophie

. Sophie, soprano - Apaixona-se por Octavian.

 

 

Vídeo


 

 


 

Fontes:

Guia Ilustrado Zahar da Ópera

Kobbé O Livro Completo da Ópera - Jorge Zahar Editor

IMSLP/Petrucci Music Library