ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

BELA HELENA, A

Última modificação : Sexta, 07 Novembro 2014 18:04


 

OFFENBACH, JACQUES (1819-1880)

FRANCÊS - ÓPERA ROMÂNTICA - C.100 OBRAS

 

LA BELLE HÉLÈNE

 

Ópera bufa (opereta) em três atos

Ano da composição: 1864

Data da estreia: 17 de dezembro de 1864, Théâtre des Variétés, Paris, França

Libreto: Henri Meilhac e Ludovic Halévy

 

 

Como Orphée aux enfers (Orfeu no inferno), parodia os clássicos gregos. Apesar de recorrer a todos os truques habituais das farsas, Offenbach também atende ao apetite do século XIX por melodias encantadoras, começando com o panegírico de Hélène ao amor, "Amours divins". Os coros tem papel importante na animação lírica da ação romântica. Foi um sucesso imediato, tornando-se tão popular que logo viria a ser a única opereta montada com regularidade nos principais teatros de ópera.

 

Offenbach encontrou em Hortense Schneider, intérprete de Hélène, uma amante e uma talentosa soprano, que contribuiu para o sucesso de operetas posteriores, como La Grande-Duchese de Gérolstein.

 

 

Papeis principais:

Esparta, Grécia, na Antiguidade mitológica

 

. Páris, tenor - Príncipe de Troia

. Hélène, mezzo-soprano - Rainha de Esparta

. Menelau, tenor - Rei de Esparta

. Calcas, baixo - Grão-duque sacerdote de Júpiter.

 

 

Vídeo

 

 

 

 

Fonte:

Guia Ilustrado de Ópera Zahar