ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Villa-Lobos | Programação Especial

Última modificação : Terça, 17 Fevereiro 2015 13:28



 

"Sim sou brasileiro e bem brasileiro. Na minha música deixo cantar os rios e os mares deste grande Brasil. Eu não ponho mordaça na exuberância tropical de nossas florestas e dos nossos céus, que transporto instintivamente para tudo que escrevo". Este é Villa-Lobos, o maior compositor brasileiro de música erudita de todos os tempos. Carioca da gema, nasceu em 5 de março de 1887, no bairro de Laranjeiras. Seus pais, Noêmia e Raul Villa-Lobos, discordavam quanto ao futuro do filho. A mãe queria que fosse médico; o pai, um músico amador que trabalhava na Biblioteca Nacional, não escondia a vontade de vê-lo se apresentando nos palcos.

 

 

Heitor Villa-Lobos nasceu em março de 1887 na cidade do Rio de Janeiro. Sempre foi incentivado a estudar muito por sua mãe que queria vê-lo se formar em medicina. Seu pai era funcionário da Biblioteca Nacional  e músico nas horas vagas quando lhe dava algumas orientações musicais com um pequeno violão que adaptara para o menino. Quando estava com 12 anos, Villa-Lobos começou a tocar violoncelo em cafés, teatros e bailes até que conheceu os “chorões” que tocavam música popular carioca, acabando por desenvolver também habilidade para violão. Villa-Lobos viajou para o interior do país com o intuito de conhecer o universo musical daquele povo que lá morava.

 

Saiba mais sobre Villa-Lobos: http://bit.ly/SxqamD

 

 

Em 1917 Villa-Lobos compôs o poema sinfônico "Uirapuru" baseado no folclore do Brasil. A composição que retrata o ambiente da selva brasileira e seus habitantes naturais é rica em detalhes e tornou-se uma de suas primeiras obras-primas. Continue lendo

 

Vídeo do Uirapuru, com a Orquestra Sinfônica da Paraíba: http://j.mp/Zgctf8

 

 

Villa-Lobos participou também da Semana de Arte Moderna em 1922 realizada no Theatro Municipal de São Paulo no qual apresentou três espetáculos em três dias. Nesta época Villa-Lobos já era considerado um dos nomes mais importantes da música brasileira, chegando a ser interpretado por participantes da Semana juntamente com outros nomes como Eric Satie e Debussy. Depois de um ano viaja para a Europa voltando ao Brasil somente em 1924.  

 

Ouça a Bachianas Brasileiras nº 7: http://bit.ly/VXImOM

 

 

Villa-Lobos morreu em novembro de 1959 vítima de câncer deixando para nós um maravilhoso legado musical do qual a Bachianas Brasileiras nº 2, é uma de suas obras de referência. O Trenzinho do Caipira é parte integrante dessa composição. A obra se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra. Saiba mais

 

Aqui você ouve esta bela composição!  http://bit.ly/1fjWJlU

 

Quer saber mais sobre o compositor? Então confira este documentário. Com direção de Roberto Feith e apresentação de Paulo José, a película resgata a biografia de Villa-Lobos. http://bit.ly/1hNf3pB

 

 

 


Frase VillaLobos