ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Especial | Theatro São Pedro

Última modificação : Sexta, 23 Janeiro 2015 15:47



 

Inaugurado em 1917, o Theatro São Pedro é uma das pérolas que se pode encontrar ao caminhar pelas ruas da Barra Funda, em São Paulo. Trata-se de um dos poucos remanescentes ativos de uma geração de casas de espetáculo que floresceram entre o final do século XIX e o início do século XX, tanto em São Paulo quanto em outros centros urbanos do Brasil e da América Latina, como o Teatro Amazonas de Manaus, o Theatro da Paz de Belém, o Colón de Buenos Aires e o Teatro Solis de Montevidéu.

 

 

Desde o início, o público frequentador do Theatro São Pedro foi diversificado, incluindo representantes da alta sociedade em apresentações de gala e os jovens do bairro, que vinham atrás dos ingressos promocionais e das sessões de cinema, mesmo que fosse necessário assistir de pé às apresentações. Infelizmente os espaços semelhantes a este não resistiram às transformações pelas quais passou nossa cidade, restando apenas o Theatro Municipal, na Praça Ramos.

 

Saiba mais: http://bit.ly/1B268w9

 

Confira reportagem sobre o Theatro e a riqueza de sua história: http://youtu.be/_LoSbYXcwZo

 

 

A história do São Pedro foi marcada por dois traços: por um lado, uma longa série de fechamentos e reinaugurações, cada uma delas fazendo com que o local se reinventasse em um novo formato, amoldando-se às transformações da capital. Por outro, uma presença sempre intensa e marcante na história cultural da cidade: foi aqui que, nas décadas de 1960 e 1970, se abrigaram grupos teatrais como o Papyrus, foco de resistência à ditadura militar e de intensa pesquisa artística.

No palco do São Pedro foram apresentadas nesse período peças paradigmáticas como Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto e música de Chico Buarque; Marta Saré, de Gianfrancesco Guarnieri e Edu Lobo, com Fernanda Montenegro e Beatriz Segall; e durante a encenação de Queda da Bastilha os atores Celso Frateschi e Denise Del Vecchio chegaram a ser presos em cena.

 

Confira apresentação do Theatro São Pedro no Festival de Inverno de Campos do Jordão:

http://youtu.be/fuqDLyjZKwE

 

 

Foi no Theatro São Pedro que, há 15 anos, se alojou a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo durante sua reestruturação, quando a casa foi definitivamente restaurada e posta em funcionamento contínuo. Com esta última restauração, o São Pedro encontrou, afinal, sua grande vocação: a ópera. Sem deixar de ser aconchegante e íntimo, este é um teatro cujas dimensões proporcionam uma acústica privilegiada, com fosso corretamente estruturado, que acomoda bastante bem uma orquestra, e que floresce em todo o seu potencial quando aqui é encenada uma montagem lírica.

 

Confira outra grande apresentação no Theatro São Pedro: http://youtu.be/IqYbS0OCyQI

 

 

Hoje a capacidade do Theatro São Pedro é de 636 espectadores. O teatro é situado à esquina das ruas Barra Funda e Albuquerque Lins, 171, no bairro da Barra Funda. Em junho de 2010, estreou a Orquestra do Theatro São Pedro. Desde 2009, abriga o Projeto Grandes Vozes, que trouxe grandes cantores internacionais como Teresa Berganza, Bruna Baglioni, Luís Gaeta, Fiorenza Cossotto, entre outros.

 

Confira aqui uma apresentação da obra de Tchaikovsky no Theatro São Pedro: http://youtu.be/zCN_zeNGbt0