ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

QUATRO ESTAÇÕES PORTENHAS, AS

Última modificação : Sexta, 13 Março 2015 17:45


 

ÁSTOR PANTALEÓN PIAZZOLLA (1921 – 1992)

ARGENTINO

 

A passagem do tempo é objeto de inquietações do homem desde a antiguidade. Das sociedades pré-capitalistas, caracterizadas em sua imensa maioria pelo tempo do eterno retorno, à contemporaneidade - onde é impossível entendê-lo sem pensar em suas conexões com os meios de comunicação - as formas pelas quais o homem interage com o tempo sugerem uma infinidade de reflexões. Em diversas civilizações por exemplo, a percepção da passagem do tempo esteve intimamente ligada à observação das mudanças climáticas, sucedida por sua subdivisão em estações, permitindo um maior entendimento de nossa relação com a natureza.

 

Primavera, Verão, Outono e Inverno. A passagem das estações promovem mudanças significativas aos ecossistemas e nos homens estimulam a emergência dos mais diversos sentimentos e afetos, assim como a necessidade de traduzi-los em arte. Antonio Vivaldi e Astor Piazzolla imprimiram leituras bem particulares a estes ciclos.

 

Astor Piazzolla, argentino que revolucionou o tango, compôs as Quatro Estações Portenhas (“Cuatro estaciones poteñas”) entre 1965 e 1970, originalmente para violino, guitarra elétrica, piano, baixo e bandoneon. Ele se inspirou na obra de Vivaldi. No entanto, o som de Piazzolla apresenta uma atmosfera latina, melancólica e vigorosa que transformou, aos ouvidos do mundo, a sua música como um sinônimo da música argentina. Os quatro tangos desta obra foram compostos separadamente. Piazzolla não pensava em compor uma suíte em quatro movimentos. O Verão foi composto em 1964 como trilha de uma peça de teatro, o Outono em 1969 e a Primavera e o Inverno em 1970. Inspirava-se em Bártok e Stravinsky e no jazz.

 

Entre 1996-1998, o compositor russo Leonid Desyatnikov reorquestrou os quatro movimentos da obra, convertendo cada um deles em peças de três seções, tornando mais clara a ligação entre a obra de Piazzolla e a de Vivaldi. O solo de violino foi rearranjado para orquestra de cordas e em cada um dos movimentos incluiu várias citações do original de Vivaldi.

 

 

As Quatro Estações Portenhas:

1. Primavera Portenha

2. Verão Portenho

3. Outono Portenho

4. Inverno Portenho

 

 

Vídeo


 

 

ARTIGO RELACIONADO:

As Quatro Estações, Antonio Vivaldi

 

 






 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

www.orquestraoutropreto.com.br

en.wikipedia.org

Tradução e adaptação dos textos: Elza Costa

Páginas acessadas em 11/03/2015