ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Osvaldo Lacerda

Última modificação : Sexta, 27 Março 2015 17:31



 

Um dos mais importantes compositores brasileiros, Osvaldo Lacerda, foi também um importante professor de música e autor de diversos livros. Lacerda acumulou um extenso repertório de curiosidades do mundo da música, muitas das quais ele passou a registrar em papel ao longo dos últimos tempos.

Continue lendo

 

 

Filho do advogado Renato Marcondes de Lacerda e de Julia Costa de Lacerda, Osvaldo Lacerda nasceu no dia 27 de março de 1927, em São Paulo. Cresceu em um ambiente familiar musical, fato que favoreceu muito sua futura formação. Sua mãe era apreciadora da música erudita e gostava de executar peças ao piano. "A lembrança musical mais remota que tenho data dos meus dois anos de idade, quando ouvia, embevecido, minha mãe tocar ao piano as deliciosas Canções sem Palavras de Mendelssohn, que hoje continuo ouvindo com grande prazer."

 

Ouça aqui Cantilena: https://youtu.be/pKmqWZOTR-A

 

 

Contando apenas com o incentivo de sua mãe, pois seu pai desejava que ele seguisse a advocacia, Osvaldo Lacerda iniciou seus estudos de piano aos nove anos de idade. Em 1949, matriculou-se nas aulas do pianista José Kliass. Três anos depois, iniciou os estudos de composição com Camargo Guarnieri, que o aconselhou a seguir a carreira de compositor: "Osvaldo, você jamais será um pianista, mas tem jeito para a composição. Pare com o piano e dedique-se inteiramente à composição."

 

Estudou com Camargo Guarnieri de 1952 a 1962, aprendendo com ele os preceitos básicos da composição e da instrumentação. Foi um mestre atento e cuidadoso, corrigindo-o, dando dicas e ajudando-o a consolidar seu caminho como compositor.

 

Aqui você assiste Poemeto: https://youtu.be/6FovLc45KTQ

 

 

Paralelo à música, Osvaldo Lacerda formou-se em Direito em 1961, mais para satisfazer a vontade de seu pai, que o aconselhava: "Forme-se em Direito e depois guarde o diploma numa gaveta. Talvez ele possa lhe ser útil, se a música não der certo." Neste mesmo ano, criou a Sociedade Pró-Música Brasileira.

 

Como professor, Lacerda se destacou no ensino das matérias teóricas, ministrando aulas desde os vinte anos de idade. Em 1969, seu amigo George Olivier Toni o convidou para integrar o corpo docente da recém-inaugurada Escola Municipal de Música de São Paulo, que se tornou um centro de referência nacional na formação de músicos de orquestra. Após sucessivas crises, a escola passou a funcionar nos bastidores do Teatro Leopoldo Fróes, reduzindo-se as atividades de Lacerda, que se aposentou como professor em 1992.

 

Assista o vídeo da Suíte para piano e xilofone: https://youtu.be/ZM4oz0MUYfI

 

 

Em 1982, Osvaldo Lacerda se casou com sua antiga aluna, a pianista Eudóxia de Barros. Em seguida, tornou-se também professor da Escola Municipal de Música de São Paulo, cargo do qual se aposentou em 1992.

 


Morreu em 18 de julho de 2011, por falência múltipla dos órgãos, em São Paulo (SP), aos 84 anos de idade. Lacerda ocupava a cadeira de número 9 da Academia Brasileira de Música, que já foi de Brasílio Itiberê da Cunha. Eudóxia de Barros lançou sua obra inacabada, o livro Curiosidades Musicais.

 

Veja aqui a apresentação de Eudóxia de composição de Lacerda: https://youtu.be/COt7QCn5jFE