ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Igor Stravinsky

Última modificação : Sexta, 10 Abril 2015 17:24



 

Em nome da música, ele contrariou a vontade da família, que desejava vê-lo advogado. Igor Fiodorovitch Stravinsky nunca dera mesmo muita atenção à faculdade de Direito, dedicando a maior parte de seu tempo a compor e estudar partituras. O pai, Fiodor Stravinsky, cantor da ópera imperial, nem poderia se queixar muito. Afinal, foi ele quem passou ao filho o gosto pela arte. Mas não poderia imaginar que ele viria a se transformar em um dos maiores compositores do século XX.

 

Continue lendo


 

Filho de um cantor da Ópera Imperial e de uma pianista, Igor Stravinskyi começou a estudar música aos nove anos. Estudou direito na Universidade de São Petersburgo, mas nunca chegou a exercer a profissão de jurista. Estudou música com o compositor Rimski-Korsakov, que o apresentou ao coreógrafo Diaghilev, para quem compôs os balés "Pássaro de Fogo" e "Petrushka", em 1910 e 1911, respectivamente. O colorido e o dinamismo das novas composições causaram um vivo impacto no público.

 

Aqui você encontra um trecho do Pássaro de Fogo, sob a regência do próprio compositor: https://youtu.be/mUwdyN27TWI

 

 

Em 1913, a estreia da "Sagração da Primavera" não obteve o mesmo êxito. Com coreografia de Nijinski, a obra apresentava dissonâncias de difícil assimilação para o público. Sua primeira ópera, "O Rouxinol", foi composta em 1914. Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, Stravinsky foi para a Suíça, onde compôs "A História de um Soldado" e "Ragtime".

 

Saiba mais sobre A História de um Soldado

 

Ouça aqui Sagração da Primavera: https://youtu.be/_zxYGQVc2Bg

 


Com a Revolução de 1917, Igor Stravinsky abandonou a Rússia. Estabeleceu-se na França, apresentando-se como concertista e regente. No começo da década de 1920, casou-se com a atriz Vera de Bosset Soudeikini. Stravinskyi passou a compor num particular estilo neoclássico. São dessa época a ópera-oratório "Édipo-Rei", com texto em latim, e o melodrama "Perséfone", com texto de André Gide.

 

Aqui você encontra uma seleção com o melhor de Stravinski: https://youtu.be/ne4PoC7V0Mk

 

 

Em 1939, Stravinski foi morar nos Estados Unidos, onde criou muitas composições sob encomenda. Nos anos 1950, adotou as técnicas musicais de Schoenberg e de Anton Von Webern. Criou a cantata Threni, em 1958, e no ano seguinte "Movimentos para piano e orquestra". Stravinski realizou sua última gravação em 1967, já com a saúde abalada. Morreu em 1971, aos 88 anos.

 

Assista o vídeo do Pássaro de Fogo, com a Filarmônica de Viena: https://youtu.be/RZkIAVGlfWk

 

 

 

Frase Stravinsky